Educadores
 
A Arte de Ensinar

Como toda ciência tem seu objeto de estudo. A Teologia tem o seu, que é a divindade, a Sociologia que é o fato social, a Psicologia que é o estudo do comportamento humano etc. A Didática durante um certo tempo tinha o ensino como seu objeto de estudo, mas os teóricos ao longo do tempo perceberam através da práxis, que não se poderia estudar só o processo de ensino sem levar em consideração a aprendizagem, pois só se pode dizer que há ensino se houve aprendizagem, uma coisa inexiste sem a outra e vice-versa.

A Agressividade na Educação Infantil: O jogo como forma de intervenção

Este estudo tem por objetivo discutir a agressividade na Educação Infantil e o jogo como possibilidade de trabalho com a questão. Foi feita uma revisão bibliográfica sobre a agressividade dos 2 aos 6 anos, e também na Educação Infantil, e o jogo como meio facilitador no trabalho sobre o tema. Percebe-se que a agressividade no ensino infantil está cada vez mais presente, isso pode ser explicado pela falta de estrutura familiar, falta de atenção dos pais, reprodução de atitudes presenciadas, tentativa de chamar a atenção do outro etc.

A cartografia no ensino-aprendizagem da geografia

O tema de fundo deste artigo é o ensino de Geografia que se constitui em preocupação recorrente para os que trabalham com a formação de professorese que vão, em diferentes lugares e ritmos, construindo um saber necessário, pautado nos debates das idéias já consagradas e em novas proposições.

A EDUCAÇÃO FAZ A DIFERENÇA: EDUCAÇÃO BÁSICA - NOVOS DESAFIOS PARA O SÉCULO XXI

A situação no mundo de hoje, em particular os importantes acontecimentos das últimas décadas, irão influenciar o mundo do século XXI. Ao debruçarmo-nos sobre a educação básica para o século XXI é essencial examinarmos para que tipo de mundo essa educação terá que preparar o educando.

A Escola do Futuro

A Escola do Futuro, núcleo de pesquisa da Universidade de São Paulo USP, tem como principal atividade a investigação das novas tecnologias de comunicação aplicadas à educação.

A Evolução Transdisciplinar a Universidade Condição para o Desenvolvimento Sustentável

Se as universidades pretendem ser agentes válidos do desenvolvimento sustentável, têm primeiramente que reconhecer a emergência de um novo tipo de conhecimento - o conhecimento transdisciplinar - complementar ao conhecimento disciplinar tradicional. Basarab Nicolescu

A função do professor no despertar da curiosidade epistemofílica

De onde vem nossa curiosidade de conhecer? E como o professor pode contribuir nesse processo vital e apaixonante?
Este trabalho apresenta uma contribuição da psicanálise para a compreensão da dinâmica da relação professor-aluno, discutindo as características psíquicas do aluno-adolescente e as características psíquicas do professor que são favorecedoras para o despertar da curiosidade epistemofílica.

A Ginástica

A história da Ginástica confunde-se com a história do homem. A Ginástica entendida por Ramos (1982: 15) como a prática do exercício físico “vem da Pré-história, afirma-se na Antigüidade, estaciona na Idade Média, fundamenta-se na Idade Moderna e sistematiza-se nos primórdios da Idade Contemporânea”. No homem pré-histórico a atividade física tinha papel relevante para sua sobrevivência, expressa principalmente na necessidade vital de atacar e defender-se. O exercício físico de caráter utilitário e sistematizado de forma rudimentar, era transmitido através das gerações e fazia parte dos jogos, rituais e festividades.

A Importância Do Saber Contar Histórias Na Educação Infantil.

Ler histórias para crianças é poder sorrir, rir, gargalhar com as situações vividas pelas personagens, é suscitar o imaginário, é ter curiosidade respondida em relação a tantas perguntas, é encontrar idéias para solucionar questões. É uma possibilidades de descobrir o mundo imenso dos conflitos, dos impasses, das soluções que todos vivemos e atravessamos.

A Internet como nova mídia na educação

Este artigo procura contextualizar internet como uma nova mídia na educação. Primeiramente, mostra o surgimento da Internet no cenário mundial e no Brasil. Depois, discute o uso pedagógico da rede enfatizando as formas de utilização na prática pedagógica. O artigo aponta, ainda, as ferramentas da internet e como as mesmas podem ser utilizadas no processo de ensino-aprendizagem.

A neutralidade como dever

A pesquisa CNT/Sensus divulgou que só 18% dos professores da escola pública dizem que seu discurso em sala de aula é politicamente neutro. Setenta e quatro por cento escolhem ‘formar cidadãos’ como missão do professor – apenas 8,4% dizem que é ‘ensinar a matéria’. Os resultados são praticamente idênticos nas escolas particulares. Vale a pena ler o artigo para uma reflexão.

A Probabilidade estatística no Currículo de Mat. do E. Fundamental

Esse artigo tem a intenção de sintetizar uma análise curricular realizada em Portugal ... Normas para o currículo ea avaliação em. matemática escolar.

A Propriedade Intelectual na Era da Internet

A propriedade intelectual é abordada à vista das perplexidades que a cercam diante do advento da era digital, especialmente da Internet. É feito um breve histórico do conceito e das suas motivações. Relatam-se algumas experiências recentes e bastante inovadoras na procura de novos modelos de utilização do direito que o autor possui de influir sobre a disseminação da sua criação. O artigo termina com algumas reflexões sobre o possível futuro da propriedade intelectual.

A relação desenvolvimento/aprendizagem na Teoria de Vygotsky

Da mesma forma que a Teoria Construtivista ocupou (e tem ocupado) o centro das discussões entre os professores nas últimas décadas, atualmente, fala-se e ouve-se falar em Vigotsky. Lev Semyonovitch Vigotsky nasceu na BIELO-RÚSSIA em 5 de novembro de 1896. Graduou-se em Direito pela Universidade de Moscou, dedicando-se, posteriormente, à pesquisa literária. Entre 1917 e 1923 atuou como professor e pesquisador no campo de Artes, Literatura e Psicologia.

>> 1-2-3-4-5-6-7-8-9-10-11-12-13-14-15-16-17-18-19- >>

COMPARTILHE A MINIWEB EDUCAÇÃO COM SEUS AMIGOS