Psicologia
 

A CONTRIBUIÇÃO DA PSICOPATOLOGIA NA FORMAÇÃO DO PSICÓLOGO

A palavra Psico-pato-logia é composta de três palavras gregas: psychê, que produziu psique, psiquismo, psíquico, alma; pathos, que resultou em paixão, excesso, passagem, passividade, sofrimento, assujeitamento, patológico e logos, que resultou em lógica, discurso, narrativa, conhecimento. Psico-pato-logia, seria, então, um discurso, um saber, (logos) sobre a paixão, (pathos) da mente, da alma (psiquê). Ou seja, a psicopatologia é um discurso representativo (logos) a respeito do pathos psíquico (1); um discurso sobre o sofrimento psíquico.

A IMPORTÂNCIA DOS SONHOS

Esse artigo é a resposta a uma entrevista solicitada por um jornalista por ocasião da edição de uma matéria sobre a importância do sonho na vida das pessoas. Em essência ela trata de iniciativa e empreendedorismo, nos moldes que o Prof. Dr. Fernando Dolabela (talvez a maior autoridade brasileira sobre o assunto) insiste em disseminar pelo nosso país: a formação de uma mentalidade educacional de formação empreendedora em vez de perpetuarmos os ideais de formar bons funcionários, típicas de países de terceiro mundo.

A Potencialização da Memória Coletiva através do Hipertexto na Web 2.01

O hipertexto passou por três fases, desde textos impressos até ao que hoje se denomina web 2.0, incorporando as características de não-linearidade e coletividade. Num formato hipertextual, este artigo pretende demonstrar a potencialização de uma memória coletiva através do uso de tecnologias digitais condizentes com o caráter cooperativo da web 2.0 e que utilizam o hipertexto para a organização de suas informações pelos próprios usuários.

 

A Psicologia Transpessoal

De uma forma mais ou menos resumida, pode-se definir a Psicologia Transpessoal como uma abordagem que tem como principal objetivo tratar o homem como um ser integral, ou seja, um ente complexo que engloba aspectos biológicos, mentais, sociais, ecológicos e, muito em especial, espirituais, o que amplia grandemente o atual campo da pesquisa em psicologia. Carlos Antonio Fragoso Guimarães1. Mestrando em Sociologia – PPGS - UFPB.

A Psicologia Transpessoal II

Foi em meados da década de sessenta, durante o rápido desenvolvimento e aceitação dos pressupostos básicos da psicologia humanista, com Maslow e Rogers, que alguns psicólogos e psiquiatras começaram a discutir quais os limites e características a que seria possível chegar o potencial da consciência humana. Muitos pesquisadores achavam que a visão da psique dada pela Psicanálise e pelo Behaviorismo eram, no mínimo, bastante simplificadas e reducionistas, não explicando uma grande gama de fenômenos mentais que escapavam - e muito - do campo de alcance de tais teorias. Carlos Antonio Fragoso Guimarães.

Afetividade e Cognição: Rompendo a Dicotomia na educação

Pensar e sentir são ações indissociáveis. Esta é a idéia que a autora defende ao longo do texto, tendo como preocupação central transpô-la para o campo educacional. E faz expondo algumas reflexões acerca do papel da afetividade no funcionamento psicológico e na construção de conhecimentos cognitivo-afetivos.

ASPECTOS SOCIOAFETIVOS DO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM

Este artigo analisa a importância dos aspectos socioafetivos para o desenvolvimento e o processo ensino-aprendizagem, com foco na importância da afetividade como recurso motivacional e para a relação professor-aluno.

Bem Vindo à Rubedo

Rubedo é um sítio onde Jung e os pós-junguianos são levados à sério. Tem ainda artigos sobre psicanálise, filosofia e crítica literária.

Brain Lateralization - Lateralização do cerébro

The term brain lateralization refers to the fact that the two halves of the human brain are not exactly alike. Each hemisphere has functional specializations: some function whose neural mechanisms are localized primarily in one half of the brain. In humans, the most obvious functional specialization is speech and language abilities. In the mid-1800s, Paul Broca (a French neurosurgeon) identified a particular area of the left hemisphere that plays a primary role in speech production.

Cada temperamento uma competência

Enquanto Sigmund Freud se preocupou com a personalidade neurótica, A. H. Fuerstenthal vem procurando pesquisar a personalidade normal. Embasando-se da antiga doutrina dos vetores na formação de neuroses, do médico psicanalista Franz Alexander (conceitos biológicos da incorporação, rejeição, retenção e eliminação), o psicólogo Fuerstenthal, radicado no Brasil há mais de 50 anos, promoveu algumas adaptações para chegar à teoria consubstanciada. Leia o artigo nessa página.

Carl Rogers - Biografia

O presente trabalho traça uma panorâmica da evolução do pensamento de Carl Rogers, inserindo-a no contexto da sua biografia. Os principais conceitos rogerianos, nos diferentes campos das ciências humanas, são abordados sucintamente.

CARL GUSTAV JUNG

Dentre todos os conceitos de Carl Gustav Jung, a idéia de introversão e extroversão são as mais usadas. Jung descobriu que cada indivíduo pode ser caracterizado como sendo primeiramente orientado para seu interior ou para o exterior, sendo que a energia dos introvertidos se dirige em direção a seu mundo interno, enquanto a energia do extrovertido é mais focalizada no mundo externo.

>> 1-2-3-4-5- >>

COMPARTILHE A MINIWEB EDUCAÇÃO COM SEUS AMIGOS